ARTICLE TITLE:

REFERENCE TYPE:

AUTHOR(S):

EDITOR(S):

PUBLICATION DATE:

PUBLICATION TITLE:

VOLUME:

PAGES:

ABSTRACT:

 LICÓFITAS E MONILÓFITAS DO PARQUE NATURAL MUNICIPAL DE PORTO VELHO. 

Journal

GONÇALVES, K. D. S., & DA SILVEIRA, A. L. P.

2017

Journal

Samambaias e Licófitas constituem um grupo de plantas com cerca de 13.600 espécies no mundo. No Brasil são registradas 1.176 espécies, sendo 428 na Amazônia. Apresentam uma grande variação na forma de vida, substrato e ambiente preferencial. O presente trabalho foi idealizado com o intuito de ampliar os conhecimentos florísticos do grupo em Rondônia. O Parque Natural Municipal de Porto Velho tem área de 390 ha, recobertos majoritariamente por Floresta Ombrófila Aberta. As coletas botânicas foram realizadas em onze expedições, nos meses de junho de 2014 a julho de 2015. Os espécimes foram coletados e herborizados de acordo com as técnicas usuais para as Samambaias e Licófitas. A identificação do material coletado foi realizada com base em chaves analíticas, textos especializados e consultas a especialistas. Dentre os 131 espécimes coletados no parque foram identificados 50 espécies, sendo duas espécies de Licófitas distribuídas em duas famílias (Lycopodiaceae e Selaginellaceae) e 47 espécies de samambaias, pertencentes a 15 famílias e 24 gêneros. Destas, as famílias mais representativas foram Hymenophyllaceae (10 espécies), Pteridaceae (8), Dryopteridaceae e Polypodiaceae (5). O gênero com maior número de espécies foi o Trichomanes L. com oito, LindseaePic.Serm e Adiantum L., com quatro espécies e Asplenium L. e Triplophyllum Holttum com três. Das espécies registradas, nove são novos registros para Rondônia (Asplenium hallii Hook., Danaea trifoliata Rchb. ex Kunze, Lindsaea schomburgkii Klotzsch, Lindsaea quadrangularis Raddi, Mickelia guianensis (Aubl.) R.C.Moran et al., Microgramma lycopodioides (L.) Copel., Selaginella breylli Spring, Trichomanes trollii Bergdolt, T. botryoides Kaulf). A forma de vida predominante foi a terrícola (33 ssp.), seguida pelas epífitas (12), três hemiepífitas e duas lianas. Pode-se afirmar que o Parque Natural Municipal Porto Velho, mesmo localizado numa área de grande pressão antrópica, constitui uma área floristicamente relevante. O presente estudo realça a importância das samambaias e licófitas na composição da flora regional e a necessidade de mais estudos focados nestes grupos visando subsidiar as políticas direcionadas à preservação da biodiversidade.

URL:

Support

The Liana Ecology Project is supported by Marquette University and funded in part by the National Science Foundation.